9 de março de 2013

O último fim do mundo

Da última vez que o mundo acabou
O fim Levou
-Me daqui
Praí.

Foi tão anunciado
Que eu esperava algo como um terremoto,
Um furacão.
Ao menos uma ventania.

Mas foi mais parecido com uma brisa
Escorrendo pela janela
Tranquila
Fazendo-me contorcer de arrepio.

Corria-se
Nem para nem contra o grand finale.
Corríamos
Buscando a corrida.

E o fim do mundo se instalou
Dentro de mim.


Um comentário:

Gabriel Sousa disse...

Caraca, eu forte!!!

"O fim do mundo dentro de mim"...


Lindo, Gus!!!